agosto 17, 2017

970×90
970×90

Ex-UFC morre após sofrer nocaute em luta de boxe

Ex-UFC morre após sofrer nocaute em luta de boxe

O lutador canadense Tim Hague morreu na tarde deste domingo aos 34 anos de idade, de acordo com um comunicado publicado por sua família nas redes sociais. O atleta, que teve passagens pelo UFC, faleceu menos de 48 horas depois de sofrer um nocaute numa luta de boxe na última sexta-feira em Edmonton, no Canadá.
Hague estava em condição crítica num hospital desde que enfrentou o ex-jogador de futebol americano Adam Braidwood no Shaw Conference Centre na sexta-feira. O peso-pesado recebeu diversos knockdowns em apenas dois rounds de luta, mas o árbitro não decretou o nocaute até que o lutador estivesse apagado. Segundo o jornal canadense “Edmonton Journal”, Hague sofreu uma hemorragia cerebral.
“É como incrível tristeza e dor no coração que informamos que Tim morreu hoje. Ele estava cercado por família, ouvindo suas músicas favoritas. Vamos sentir muita falta dele”, diz o comunicado publicado por sua família nas redes sociais.
Ainda de acordo com o “Edmonton Journal”, a comissão atlética de Edmonton está conduzindo uma investigação sobre o caso e pediu relatos de todos os árbitros, juízes, médicos e inspetores que trabalharam na luta.
Tim Hague, boxe (Foto: Reprodução/Youtube)
Tim Hague é amparado pelo árbitro após cair nocauteado em luta de boxe (Foto: Reprodução/Youtube)
Timothy Edward Lee Haghe (9 de maio de 1983 – 18 de junho de 2017) tinha 34 anos na ocasião de sua morte. Ex-professor do ensino primário em Alberta, no Canadá, o lutador começou sua carreira no MMA em 2006 e conquistou o cinturão peso-pesado do evento King of the Cage em sua quinta luta profissional. Ele chegou ao UFC em 2009, mas, em duas passagens pela companhia, obteve um cartel de apenas uma vitória e quatro derrotas – neste período, foi vítima do nocaute mais rápido da história da companhia, em 7s, contra Todd Duffee. Sua última luta de MMA foi em julho de 2016, uma derrota por nocaute técnico em 33s contra Michal Andryszak na Rússia. Seu cartel era de 21 vitórias e 13 derrotas. No boxe, Hague venceu uma luta em 2011 e perdeu duas em 2016.

abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde