dezembro 11, 2017

970×90

Mesmo com campeão, Brasileiro por pontos corridos tem emoção até o fim

Mesmo com campeão, Brasileiro por pontos corridos tem emoção até o fim

A 15ª edição do Campeonato Brasileiro em pontos corridos chega a sua última rodada neste domingo (3) com muito a ser definido, apesar de o Corinthians ter sido campeão a três rodadas do final.

A história contada dentro dos gramados desde 2003, quando o sistema passou a ser usado, mostra que o desempenho do campeão em 2017 é o menos frequente.

Normalmente, o título fica em disputa por mais tempo.

Em apenas outras quatro vezes (2015, 2013, 2012 e 2007) o campeão foi conhecido com três ou quatro rodadas de antecipação. Nas outras 11, em 40% dos campeonatos a torcida vencedora pôde comemorar somente no fim.

A maior parte das dez partidas marcadas para este domingo, como é praxe na competição em que todos jogam contra todos em turno e returno, tem alguma coisa em disputa. Se for considerado, além da briga pela fuga do rebaixamento, as vagas para os torneios internacionais.

Com a conquista da Libertadores pelo Grêmio, a última vaga direta para o principal torneio da América do Sul voltou a ficar em disputa.

MATA-MATA

Atlético-GO e Ponte Preta estão rebaixados. Mas há duas vagas em aberto para a Série B, de onde Avaí, Sport, Coritiba e Vitória querem fugir.

Os críticos do sistema adotado no Brasil desde 2003 podem dizer que em apenas seis edições o campeão ficou definido na última rodada.

Além disso, há seis edições, desde o título do Fluminense, no ano de 2012, isso não ocorreu mais.

Em termos de comparação, o cenário brasileiro é melhor do que o da Premier League, disputada nos moldes atuais desde 1993. Desde então, nos 25 campeonatos jogados pelos times ingleses em turno e returno, sete (28%) foram decididos na última rodada. Outros cinco certames acabaram três ou quatro rodadas antes.

Na Espanha, onde Barcelona e Real Madrid quase sempre duelam pelo título cabeça a cabeça, o índice também é menor, apesar de que em três vezes nas últimas quatro temporadas a decisão ter ocorrido apenas na última rodada (leia texto à direita).

No Brasil, porém, para quem prefere os pontos corridos, por defender a tese de que ele premia o time que é mais regular ao longo da temporada, em único ano, em 2006, a última rodada não serviu para definir nem o vencedor nem os rebaixados.

Naquele ano, o São Paulo ganhou com duas rodadas de antecedência e todos os quatros times que desceram de divisão (Ponte Preta, Fortaleza, São Caetano e Santa Cruz) foram conhecidos até a penúltima rodada.

SEM TROPEÇO

O título ficou em aberto até os últimos jogos em 2004 (Santos), 2005 (Corinthians), 2008 (São Paulo), 2009 (Flamengo), 2010 (Fluminense) e 2011 (Corinthians).

Todos estes times chegaram ao último duelo na frente da tabela e, ao não tropeçarem, não perderam a chance de conquistarem o troféu.

O Palmeiras, em 2016, assegurou o título nacional na penúltima rodada, o que ainda não havia ocorrido.

Até hoje, ninguém conseguiu levar o troféu de campeão brasileiro com mais de quatro rodadas de antecedência. O que ocorreu em 2007, com o São Paulo, e em 2013, com o Cruzeiro. As duas equipes conquistaram o torneio nos anos seguintes.

Em 14 edições do Brasileiro, com exceção de 2006, a última rodada serviu para definir todos os rebaixados e também os classificados para as competições internacionais, cada vez mais importantes na vida dos clubes do país.

O mais frequente, o que ocorreu em dez vezes, é que mais de uma vaga para a Série B seja definida na última rodada da competição. Como vai ocorrer, mais uma vez, na rodada deste domingo (3).

Todos os jogos, e quase todos valem posições, começam às 17h (de Brasília).

ANTECIPAÇÃO EUROPEIA

Campeonatos tradicionalmente disputados por pontos corridos como o inglês e o espanhol costumam ter menos decisões na última rodada do que no Brasil.

A Premier League terminou nos últimos jogos em 28% das vezes. Mas, em um ano, acabou antes do que no Brasil.

O recorde de antecedência no futebol inglês é de cinco jogos. O que ocorreu na temporada 2000/2001 com o Manchester United. O comum é o campeão ser definido a duas e uma rodada do final da competição.

Na Espanha, outro país onde a tradição são os pontos corridos, e que em quase toda a temporada o título fica em disputa entre Barcelona e Real Madrid, também é menos frequente do que no Brasil a decisão ser no final.

Somados todos os 57 títulos conquistados pela dupla desde a temporada 1928/29, 30% deles foram decididos na última jornada da liga. O Barcelona em dez vezes e os madrilenos, em sete.

Os espanhóis, entretanto, tem visto com mais frequência que os brasileiros a liga nacional ser decidida no final.

Na temporada passada, que acabou em maio, o Real Madrid ficou com o título no último jogo, fora de casa. O que fez o atacante Cristiano Ronaldo comemorar com mais ênfase o 33º triunfo da história do Real Madrid.

No campeonato que acabou em 2016, o Barcelona chegou ao seu 24º título só na última rodada.

No ano 2013/14, o Atlético de Madrid empatou com o Barça no último jogo e ficou com o título. A equipe catalã seria campeã se vencesse o jogo. 

abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde