novembro 20, 2017

970×90

PGR promete ‘providências’ contra Lúcio Vieira Lima

PGR promete ‘providências’ contra Lúcio Vieira Lima

Acusado de receber cerca de 80% do salário do ex-assessor Job Brandão, que está em prisão domiciliar após ser flagrado com digitais em um bunker de R$ 51 milhões ligados ao ex-ministro Geddel Vieira Lima, o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB) deve se ver com a Procuradoria-Geral da República (PGR).

Em despacho que diz concordar com a redução de fiança de Gustavo Ferraz e Job Brandão, Raquel Dodge, chefe da PGR, promete medidas contra o deputado baiano.

“Em relação à afirmação de Job Ribeiro Brandão de que entregava 70% (setenta por cento) de suas remunerações ao deputado Lúcio Vieira Lima, a PGR adotará as providências necessárias no seu tempo certo”, disse Raquel Dodge.

O fato também foi comentado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, em despacho.

“Em razão da inexistência de patrimônio expressivo em seu nome, a despeito de ter ocupado cargos públicos durante 28 (vinte e oito) anos, bem como do noticiado repasse de verbas remuneratórias, ainda pendente de apuração”, disse o integrante da Corte.

abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde